Casa Museu Bissaya Barreto
  • Casa Museu Bissaya Barreto

    Esta que é hoje uma Casa Museu foi, durante quase 50 anos, a residência particular de Fernando Bissaya Barreto (1886-1974), eminente catedrático de Medicina da Universidade de Coimbra, médico cirurgião, humanista e filantropo, referência maior da história da assistência e medicina social em Portugal.

    Uma visita a esta Casa Museu proporciona uma aproximação aos seus espaços de intimidade e recolhimento. O edifício e as suas particularidades arquitetónicas, o jardim e a sua estética decorativa e ornamental, o recheio mobiliário e as coleções de arte, revelam a importância que os valores da Beleza, da Ordem, da Perfeição e da Estética representaram na vida de Bissaya Barreto. Grandezas de importância que não reclamou apenas ao seu bem-estar pessoal mas que impôs à construção e ornamentação dos inúmeros estabelecimentos assistenciais, por sua ação edificados, na região centro do país.

    A Casa Museu Bissaya Barreto é sede da Associação Portuguesa de Museus – A.P.C.M., de que é sócia fundadora, e é parceira fundadora da Coimbra – Rede de Museus.

     

    A Residência

    “Sobre um zimbório grego de mármore, sustentado por delicadas colunas jónicas, um cupido alado arma arco e flecha; na margem daquele canteiro do fundo, uma tricana de pedra leva a sua bilha à cabeça. (…) Aproximamo-nos desta casa que ainda não nos tínhamos atrevido a olhar de perto…” (Pierre Goemaere).

    É claramente numa aproximação ao núcleo habitacional, ao espaço doméstico, que é possível questionar a vivência do patrono, unir materialidade e imaginário, reconstruir um tempo social. É sobretudo aqui que se anseia resgatar a memória da Casa e, através dos seus testemunhos, cruzar referências entre o homem público e o homem privado que a habitou, entre o indivíduo e o seu tempo.

    Projetada pelo arquiteto Fiel Viterbo, a construção desta ampla residência foi iniciada em 1923 e concluída em 1925. Construída em dois pisos, num estilo eclético com acentuadas sugestões do barroco joanino português, é coroada por um largo e muito belo torreão octogonal, elegantemente fenestrado. O conjunto da casa e jardim reflete o gosto e a sensibilidade artística do proprietário, expressivamente marcados pelos trabalhos artísticos que a embelezam e adornam, por si encomendados às oficinas de reputados artífices e artistas da região.

  • Contactos 

    Responsável: Dr.ª Isabel Horta e Vale

    Morada: Rua da Infantaria 23, 3000-219 Coimbra (junto aos Arcos do Jardim, defronte ao Jardim Botânico)

    Telefone: 239 853 800

    Fax: 239 853 806

    Email: casamuseu@fbb.pt

     

    Horário

    Maio a Outubro
    De terça a sexta-feira: 11H00 – 13H00 | 15H00 – 18H00
    Sábados e domingos:  15H00 – 18H00

    Restantes meses
    De terça a sexta-feira: 11H00 – 13H00 | 15H00 – 18H00

    Encerra à segunda-feira e dias feriados.

    Visitas guiadas: aceitam-se marcações prévias para grupos, ajustando-se os horários à necessidade dos mesmos.