Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça
  • Casa dos Patudos – Museu de Alpiarça

    A Casa dos Patudos foi residência de José Relvas desde os finais do século XIX até 1929, data da sua morte. Político, diplomata, agricultor, colecionador de arte e músico amador.

    A Casa dos Patudos foi inaugurada, como Museu, em 15 de maio de 1960.

    Na Casa dos Patudos — Museu de Alpiarça, encontra-se uma rica e vasta coleção composta por pintura, escultura e artes decorativas.

    Na pintura portuguesa destacam-se: Silva Porto, José Malhoa, Columbano Bordalo Pinheiro e Constantino Fernandes, além de notáveis artistas de escolas estrangeiras. Podem, ainda, ser apreciadas porcelanas de Sèvres e de Saxe, azulejaria, peças da Companhia das Índias, cerâmicas da Fábrica das Caldas da Rainha (Rafael Bordalo Pinheiro), Rato, Bica do Sapato e Vista Alegre (primitiva) e bronzes de Chapu, de Mercié e de Frémiet. Os Patudos assinalam uma nova linguagem de Arquitetura Concetual. Apropriada de referências nacionais, afirma-se com um certo despojamento decorativo exterior, mas esplendorosa e funcional nos seus espaços interiores, com um mobiliário, criado também por Raul Lino.

  • Contactos

    Morada: Rua José Relvas, 2090-102 Alpiarça

    Telefone: 243 558 321

    Email: museudospatudos@cm-alpiarca.pt

    Site: www.cm-alpiarca.pt

     

    Horário 

    Terça a domingo
    10h00 – 12h30 | 14h00 – 17h30